Porquê continuar a Estudar e qual o Futuro da Educação do séc. XXI?

Atualizado: 4 de out. de 2021




Empreendedorismo no século 21


Cerca de dois terços das crianças que estão atualmente na escola primária têm grande probabilidade de trabalhar em profissões que ainda não existem. O mundo está a mudar e muito rápido, uma boa parte graças à #tecnologia.


De acordo com um estudo no Future of Jobs Report do W.E.F. - Fórum Económico Mundial, do ponto de vista de competências e mudanças, a criatividade ocupava o 10º lugar em 2015. Em 2020, se você estiver atento/a, as prioridades dessas competências mudaram em apenas 5 anos. #Creativity está atualmente em 3º lugar.


Os 3 principais #habilidades atuais são:


1º - resolver problemas complexos (oportunidades)

2º - pensamento crítico

3º- criatividade


Essas 3 habilidades estão intimamente ligadas à atitude empreendedora.


O que é ser empresário?


Ser empresário não é apenas alguém que abre uma empresa. Significa tomar iniciativa, enfrentar desafios, buscar oportunidades, qualidade e excelência, responsabilizar-se pelas consequências da tomada de decisão, agir e não apenas no campo do pensar. É necessário buscar equacionar soluções para os problemas das empresas, encontrar soluções para as necessidades das pessoas, utilizando a criatividade e a inovação como forma de alavancar um negócio, novas tecnologias e novas formas de #Fazer, de forma a criar #Valor, não só individual, mas também corporativo.


Atualmente, um empreendedor também deve possuir competências na área de Inteligência Emocional, ou seja, estudar como cada um de nós lida diretamente com este tipo de Mudança consigo mesmo e com o meio ambiente.


Uma pessoa que se concentra apenas em seus próprios ganhos não é uma pessoa empreendedora, o que significa que está desatualizada.


O empreendedor deve preocupar-se com a sociedade, seja em termos de impacto local ou global.


Ser empresário não é apenas ter o seu próprio negócio. Eu posso empreender um projeto de vida pessoal, mas isso pode não ser suficiente.


Portanto, temos 3 tipos de empreendedores:


. Clássico: quem só gera Valor Individual, quem tem negócio próprio, pode até ganhar dinheiro, mas não se preocupa com a sociedade e o meio ambiente, por exemplo.


. Intraempreendedor: funcionário que faz parte de uma empresa e usa suas habilidades no dia-a-dia para contribuir para a organização.


. Empreendedor Social: aquele que gera negócios sociais, tenta resolver problemas complexos da sociedade, filantropia, serviço social.


Esta Nova Revolução Tecnológica (4ª Revolução Industrial), está a exigir das pessoas uma nova adaptação, em um ritmo mais rápido e intuitivo. Isso, então, obriga também a uma Mudança de Gerações, porque a mesma Sociedade o exige.


A Geração Tipo X preocupava-se muito com Carreira, Segurança e Estabilidade.


As Gerações Y e Z estão mais preocupadas em aproveitar a vida, curtir a vida, realizar sonhos e agora usar a tecnologia.


Dentro dessa perspectiva, em cada tipo de Geração são criados negócios de diferentes naturezas. Novas formas de atividades económicas surgem.

Novos empregos, novas profissões com toda essa evolução.


Atualmente o foco está em Novas Competências, trabalhar por competências, podendo ou não fazê-lo, independentemente de possuir um Diploma.


Então, por que continuar a estudar e qual é o Futuro da Educação, se o Diploma pode não ser o mais importante?


É uma boa pergunta, não é?


A resposta:


O Futuro da Educação está agora focado na formação dessas Competências, principalmente na resolução de problemas, desenvolvendo o pensamento crítico e a criatividade. Resumindo: habilidades empreendedoras.


É imprescindível formar empreendedores para que num futuro próximo, o que já faz todo o sentido, possam, de forma colaborativa e individual, assumir posições atuais na sociedade desta Geração 4.0. Assim, poderão gerar um Bom Impacto no Mundo.


O mundo está a tornar-se cada vez mais empreendedor, está a pedir mais empreendedores. Então é preciso treinar esses empresários.


Estamos juntos!

Maria Clara Alves







18 visualizações0 comentário